OFTALMOLOGIA

Cientistas produzem células da retina para tratar cegueira

Um estudo publicado na revista Nature Communications revela que cientistas do Instituto Karolinska e do Hospital de St Erik Eye, na Suécia, descobriram uma forma de aperfeiçoar a produção de células da retina a partir de células estaminais embrionárias.

Cientistas produzem células da retina para tratar cegueira

A degeneração macular do olho relacionada à idade é a forma mais comum de cegueira nos idosos. Esta perda de visão é causada pela morte dos fotorrecetores (cones e bastonetes) resultantes da degeneração e morte do epitélio pigmentar retinal subjacente (células EPR), que fornecem nutrição vital aos cones e bastonetes.

Os autores deste estudo identificaram marcadores na superfície das células EPR que podem ser usados para isolar e purificar estas células retinais.

Esta descoberta permitiu o desenvolvimento de um protocolo que garante que a diferenciação de células estaminais embrionárias em células EPR é eficaz. Este protocolo também permite que não exista a contaminação de outros tipos de células, disse Fredrik Lanner, líder do estudo.

Ao modificarem os genes CRISPR/Cas9, os investigadores conseguiram também modificar as células de forma a que estas se consigam ocultar do sistema imunitário para evitar a sua rejeição.

O estudo mostrou que as células EPR modificadas mantêm o seu caráter, que não existem mutações nocivas e que as células conseguem evitar as células T do sistema imunitário, sem ativarem outras células imunitárias. Adicionalmente, verificou-se que houve uma menor taxa de rejeição.

Este estudo pode abrir portas ao desenvolvimento de células EPR universais para o futuro tratamento de degeneração macular relacionada à idade.

Fonte: Science Daily

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS