TRATAMENTO

Voluntários portugueses desenvolvem ventilador de código aberto

O movimento #ProjectOpenAir acaba de anunciar que um grupo de voluntários portugueses terminou com sucesso a primeira fase do desenvolvimento de um ventilador de código aberto, para cuidados intensivos, com um valor de produção muito inferior ao padrão. Um modelo mínimo, sem a sofisticação dos habituais ventiladores pulmonares, mas que pode ser muito útil nas atuais circunstâncias e a muitos países.

Voluntários portugueses desenvolvem ventilador de código aberto

Os detalhes do desenvolvimento e do equipamento foram sistematizados num artigo científico intitulado “Proof-of-concept of a minimalist pressure-controlled emergency ventilator for COVID-19”, que estará disponível em breve para consulta no repositório arxiv.org.

A publicação deste artigo acontece depois da equipa ter feito uma prova de conceito bem-sucedida, nos laboratórios associados ao projeto, e da patente ter sido registada em nome da Humanidade, para que nenhuma entidade possa retirar proveitos económicos desta inovação.

A ideia que esteve na base deste desenvolvimento surgiu nos primeiros dias de existência do #ProjectOpenAir, há duas semanas, e materializou-se com o contributo de várias personalidades e entidades, que incluem o LIP ( Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas), a FCT NOVA (Faculdade de Ciências e Tecnologia da NOVA), a NOVA Medical School, o ICNAS (Instituto de Ciências Nucleares aplicadas à Saúde), a Harvard University e dois engenheiros portugueses que trabalham para equipas de Fórmula 1.

De acordo com os mentores do projeto, “a grande mais-valia deste ventilador é que pode ser construído rapidamente com recurso a componentes baratos e de fácil acesso, o que significa que pode ser produzido em massa e em qualquer parte do mundo, a um baixo preço e com grande rapidez. Trata-se de um ventilador de emergência, que cumpre os requisitos mínimos necessários à ventilação de doentes COVID-19, por isso, numa altura em que o mundo corre contra o tempo para se dotar das soluções necessárias para fazer face à pandemia, esta solução pode ajudar-nos a salvar dezenas de milhares de vidas”.

O #ProjectOpenAir surgiu pela vontade de um conjunto de voluntários contribuírem para a luta contra a COVID-19, reunindo esforços que permitam dotar os profissionais de saúde dos meios técnicos necessários para prestar os melhores cuidados.

Fonte: Movimento #ProjectOpenAir

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS