PREVENÇÃO

OMS volta a alertar para falsa sensação de segurança da máscara

O uso de máscaras pode dar um falso sentimento de segurança e fazer esquecer outras medidas de prevenção contra o novo coronavírus, voltou a alertar a Organização Mundial de Saúde (OMS).

OMS volta a alertar para falsa sensação de segurança da máscara

Tarik Jasarevic, porta-voz da OMS, realçou que “as pessoas com sintomas devem usar máscaras para proteger os outros, bem como as pessoas que cuidam de doentes e estão mais expostas ao vírus”.

De acordo com o especialista, “o uso de máscara não garante por si só proteção se não for combinado com outras medidas”.

“O problema é que as pessoas que usam máscara podem ter um falso sentimento de segurança e esquecer outros gestos essenciais, como lavar as mãos”, acrescentou.

Além disso, se as máscaras não estiverem bem colocadas na cara, a pessoa pode ter a tendência de tocar com mais frequência na cara, explicou, salientado que “o coronavírus entra no organismo através das mucosas dos olhos, nariz e boca”.

Uso de máscaras é indispensável para profissionais de saúde, destaca a OMS. A OMS reiterou, assim, uma posição que declara desde o início da pandemia, realçando a importância que o uso de máscaras tem para os profissionais de saúde, “que não podem trabalhar sem elas” e enfrentam o problema da sua escassez, em muitos países, devido ao aumento da procura. Segundo Tarik Jasarevic, ninguém deve fazer reserva de máscaras em casa.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da COVID-19, já infetou mais de 791 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 38 mil.

Fonte: SNS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS