OBESIDADE

Alimentos processados viciam e contribuem para manter obesidade

Estudos recentes mostram que a dependência alimentar é um fator que contribui para a prevalência de obesidade; elevadas quantidades de açúcar, hidratos de carbono, gordura e sódio têm propriedades potencialmente viciantes, que podem desencadear desejos de comida e compulsão alimentar.

Alimentos processados viciam e contribuem para manter obesidade

Uma equipa de cientistas da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, conduziu uma pesquisa para determinar os alimentos mais viciantes e encontrou uma abundância esmagadora de alimentos processados ​​entre as respostas.

A revisão, publicada recentemente na revista Appetite, forneceu evidências que sugerem que alimentos processados ​​podem ter caraterísticas semelhantes a drogas viciantes.

O estudo, de duas partes, envolveu primeiramente 120 estudantes que foram divididos em dois grupos: no primeiro, os participantes tinham entre 18 e 23 anos de idade, enquanto os participantes do segundo grupo tinham entre 18 e 64 anos.

Os participantes do primeiro grupo classificaram cada uma das 35 opções de comida numa escala de um a sete, sendo a última a mais viciante; esta medida é baseada na Yale Food Addiction Scale, que mede o grau de dependência de um alimento com base em determinados critérios. Muitas das 35 opções de alimentos continham grandes quantidades de gordura e açúcar.

Os cientistas descobriram que alimentos altamente processados ​​estavam associados a indicadores-chave de dependência de drogas e abuso de substâncias.

Os investigadores sugeriram que isso pode ser devido à combinação prejudicial de compostos que geram sentimentos elevados de prazer e felicidade, como gordura e açúcar.

Fonte: Food News

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS