METABOLISMO

Descubra os efeitos do leite de coco no peso e no metabolismo

Existem evidências de que os triglicerídeos de cadeia média no leite de coco podem beneficiar a perda de peso, a composição corporal e o metabolismo.

Descubra os efeitos do leite de coco no peso e no metabolismo

O ácido láurico compõe cerca de 50 por cento de óleo de coco; este ácido pode ser classificado como um ácido graxo de cadeia longa ou cadeia média, pois o seu comprimento e efeitos metabólicos são intermediários entre os dois.

Mas o óleo de coco também contém 12 por cento de ácidos graxos de cadeia média verdadeiros - ácido caprico e ácido caprílico.

Ao contrário das gorduras de cadeia mais longa, os triglicerídeos de cadeia média vão do trato digestivo diretamente para o fígado, onde são usados ​​para produção de energia ou cetona; estes triglicerídeos de cadeia média são menos propensos a serem armazenados como gordura.

Pesquisas também sugerem que os triglicerídeos de cadeia média podem ajudar a reduzir o apetite e diminuir a ingestão de calorias, em comparação com outras gorduras.

Num pequeno estudo, homens acima do peso que consumiram 20 gramas de óleo de coco ao pequeno-almoço ingeriram 272 menos calorias no almoço do que aqueles que consumiam óleo de milho.

Além disso, os triglicerídeos de cadeia média podem aumentar o gasto calórico e a queima de gordura - pelo menos temporariamente.

No entanto, é improvável que as pequenas quantidades de triglicerídeos de cadeia média encontradas no leite de coco tenham efeitos significativos no peso corporal ou no metabolismo.

Alguns estudos controlados em indivíduos obesos e pessoas com doenças cardíacas sugerem que o consumo de óleo de coco reduziu a circunferência da cintura. Mas o óleo de coco não teve efeitos no peso corporal.

Fonte: Healthline

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS