TRATAMENTO

ARS do Algarve abre três áreas dedicadas à COVID-19

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve abriu três áreas dedicadas à COVID-19, denominadas ADC-Comunidade, nos cuidados de saúde primários, uma em cada um dos agrupamentos de centros de saúde, em Portimão, Olhão e Tavira.

ARS do Algarve abre três áreas dedicadas à COVID-19

Os espaços foram abertos na quinta-feira, dia 26 de março, na sequência da entrada de Portugal na fase de mitigação da pandemia de COVID-19.

Estas áreas, criadas nos Centros de Saúde de Portimão, Olhão e Tavira, com equipas constituídas por médico, enfermeiro, assistente operacional, administrativo e equipa de limpeza, são destinadas apenas a atendimento de utentes com suspeitas de infeção pelo SARS-CoV-2.

Os ADC-Comunidade dos centros de saúde são compostos por salas de observação, área de receção, de espera e instalações sanitárias separadas dos restantes utentes, e vão funcionar num espaço completamente separado do atendimento aos doentes que não apresentem suspeitas de COVID-19.

Nesta primeira fase, os ADC-Comunidade vão funcionar todos os dias de semana, entre as oito e as 20 horas, podendo o horário vir a ser alargado, caso se venha a justificar, de acordo com informação da ARS do Algarve.

No Centro Hospitalar Universitário do Algarve já se encontram a funcionar duas áreas dedicadas à COVID-19: ADC-Serviço Urgência, 24 horas por dia, junto aos serviços de urgência da unidade hospitalar de Faro e de Portimão.
A ARS do Algarve reforça ainda a importância de que “as pessoas que apresentem sintomas respiratórios ou febre”, antes de se deslocarem a estas áreas dedicadas à COVID-19, devem, em primeiro lugar, contactar o Centro de Contacto do Serviço Nacional de Saúde (SNS 24), através do número 808 24 24 24, que, após a avaliação, as “encaminhará para o serviço de saúde mais adequado”.

No decorrer da próxima semana, a ARS Algarve, em articulação com os três Agrupamentos de Centros de Saúde, Barlavento, Central e Sotavento, vai alargar o número de ADC-Comunidade nos principais centros de saúde da região.

Complementarmente à abertura de ADC-Comunidade nos Cuidados de Saúde Primários, a ARS Algarve indica que, em articulação com os laboratórios convencionados da região, vai criar uma rede de 13 postos de colheita COVID-19 convencionados, distribuídos pelo Algarve e que servirão para efetuar os testes prescritos nas ADC-Comunidade e através do SNS 24.

No âmbito da reorganização da prestação de cuidados urgentes, nesta fase de mitigação em curso, informa ainda a ARS do Algarve que os quatro serviços de urgência básica (SUB) do Centro Hospitalar Universitário do Algarve, em Lagos, Loulé, Albufeira e Vila Real de Santo António, “estão a funcionar em exclusivo para o atendimento a doentes não COVID-19”, com o objetivo de “garantir o necessário acesso e segurança no tratamento e prestação de cuidados de saúde a toda a população”.

Fonte: Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS