HOSPITAL

Cruz Vermelha Portuguesa lança movimento #Eu Ajudo Quem Ajuda

A pensar em quem não pode ficar em casa, o movimento #Eu Ajudo Quem Ajuda, criado pela Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), destina-se ao financiamento de meios necessários ao desenvolvimento de iniciativas, projetos e operações no âmbito da Saúde e apoio humanitário no quadro da prevenção e controlo da pandemia de COVID-19.

Cruz Vermelha Portuguesa lança movimento #Eu Ajudo Quem Ajuda

O presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal, Eduardo Oliveira e Sousa, foi o primeiro a associar-se a esta campanha, tendo, assim, iniciado a movimentação da conta bancária com o montante de 10 000€.

Também, entidades de referência como a cadeia Pingo Doce, que anunciou apoio financeiro para permitir instalação de um sistema inovador “Triagem Smart” no Hospital da Cruz Vermelha a ser desenvolvida pela empresa portuguesa Biosurfit; a cadeia de Hotéis Selina, que disponibilizou gratuitamente quartos para técnicos de Saúde, por proteção dos seus familiares e a BP, que disponibilizou um plafond de 18 000€ em combustível para as ambulâncias de socorro dedicadas à COVID-19.

Todos, a nível individual, institucional ou empresarial, poderão contribuir. A Cruz Vermelha Portuguesa conta, até ao momento, com 11 ambulâncias dedicadas exclusivamente à COVID-19, tendo realizado já 326 transportes de doentes e suspeitos.

Foi, ainda, cedido um milhão de máscaras ao Exército Português; 50 camas de campanha para a montagem de uma zona de repouso na Escola Secundária de Oliveira de Azeméis, a pedido do Serviço Municipal de Proteção Civil;  100 lençóis e 50 cobertores para guarnecer a Base de Apoio Logístico dos Bombeiros de Espinho e a Escola Secundária da Seara, a pedido do Serviço Municipal de Proteção Civil; 150 camas de campanha para uso dos diferentes municípios do Distrito de Évora, a pedido do Comando Distrital de Operações de Socorro; montagem de Unidades Modulares nos hospitais de Santa Maria, Torres Vedras, S. Bernardo e Cruz Vermelha. 

Os movimentos da Campanha serão refletidos diariamente na página da transparência da CVP, em #Eu Ajudo Quem Ajuda, e terá a supervisão do Revisor Oficial de Contas, Vítor Almeida.

Toda a informação respetiva a este fundo do Movimento deverá ser enviada para o endereço covid@cruzvermelha.org.pt

Fonte: Cruz Vermelha Portuguesa (CVP)

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS