SINTOMA

Testes ao COVID-19: prioridade é despistar pessoas sintomáticas

Segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS), a prioridade na realização de testes de despiste de COVID-19 mantém-se para pessoas sintomáticas. No entanto, não se descarta a possibilidade de se vir a adotar uma estratégia de testes em massa, em Portugal, se as condições de mercado permitirem e houver evidência científica favorável.

Testes ao COVID-19: prioridade é despistar pessoas sintomáticas


A possibilidade de se passarem a realizar testes em massa na população portuguesa, como aliás já acontece noutros países, foi hoje admitida pela diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, durante a conferência de imprensa diária realizada em Lisboa. A responsável chegou mesmo a afirmar que essa é uma estratégia que as autoridades têm “em mente”.

No entanto, ressalvou que é preciso ter em conta as condições de mercado, percebendo se há os materiais necessários disponíveis para alargar os testes de forma generalizada, e se aquilo que se está a aprender com outros países aconselha a essa prática.

Para já, frisou Graça Freitas, a prioridade mantém-se nas pessoas sintomáticas. “Sempre fará o teste aquele que mais necessite. Se pudermos alargar, alargaremos”, desde que haja evidências de que uma triagem mais alargada tenha resultados.

Fonte: SNS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS