RADIAÇÃO

Radiação antes da imunoterapia mais eficaz no melanoma metastático

Cientistas da Universidade de Cincinnati, nos Estados Unidos, descobriram uma forma de tratamento potencialmente mais benéfica para os doentes com melanoma metastático.

Radiação antes da imunoterapia mais eficaz no melanoma metastático

 
As metástases cerebrais de melanoma acontecem em cerca de 50 por cento dos doentes com melanoma. Na terapêutica são usados os tratamentos de radioterapia ou imunoterapia. Pode também ser usada a combinação dos dois tratamentos, não se conhecendo qual a melhor sequência.
 
Com o objetivo de avaliar o efeito da combinação dos dois tratamentos, a equipa de cientistas realizou uma análise retrospetiva a doentes submetidos a cirurgia de remoção de metástases cerebrais de melanoma e tratados com radioterapia, imunoterapia ou ambos.
 
Nos pacientes submetidos a ambos os tratamentos, foi analisada a expressão genética dos doentes que receberam primeiro a radioterapia seguida de imunoterapia e o contrário.
 
Daniel Pomeranz Krummel, líder do estudo, revela que a combinação de radiação com imunoterapia mostrou melhores resultados do que a radioterapia apenas.
 
Os cientistas observaram que a combinação de radiação seguida de imunoterapia foi mais eficiente em prolongar a vida dos doentes do que a imunoterapia seguida de radioterapia.
 
Este estudo revela que, na combinação de tratamentos, existirá uma sequência que trará melhores resultados ao doente.

Fonte: Eurekalert

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS