CORAÇÃO

Homens e mulheres registam diferenças no fluxo sanguíneo

Um estudo da Sociedade de Radiologia da América do Norte publicado na revista Radiology: Cardiothoracic Imaging descobriu mais uma diferença entre o coração de homens e mulheres, desta vez relacionada com o fluxo sanguíneo.

Homens e mulheres registam diferenças no fluxo sanguíneo

 
Há diferenças entre o coração dos homens e das mulheres, sendo que o dos homens é maior e o das mulheres bate mais depressa. Contudo, pouco se sabe sobre a forma como o sangue flui e como isso afeta a performance cardíaca.
 
Os cientistas analisaram 20 homens e 19 mulheres saudáveis a quem foi realizada uma técnica sofisticada de ressonância magnética de fluxo 4D para observar o fluxo no ventrículo esquerdo, a principal área do coração para bombear o sangue.
 
Os dados revelaram diferenças significativas: a energia cinética, indicador da quantidade de energia utilizada durante a contração e enchimento do coração, era significativamente mais alta no ventrículo esquerdo dos homens.
 
Contudo, a vorticidade, medida das regiões de fluxo em rotação que se forma durante vários pontos do ciclo cardíaco, era maior nas mulheres, assim como a pressão, uma medida da função ventricular.
 
David Rutkowski, investigador que liderou o estudo, acredita que foram encontradas diferenças neste estudo na forma como o coração dos homens e das mulheres se contrai.
 
O cientista sublinha ainda que esta descoberta poderá ajudar a perceber por que os corações dos dois géneros respondem de maneira diferente ao stress e a doenças.


TEMAS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS