VACINA

Dose única da vacina contra HPV é eficaz

Mais de uma década após a introdução da vacina contra o Papiloma Vírus Humano (HPV) nos Estados Unidos, apenas 51,1 por cento dos adolescentes completaram a série de vacinas, enquanto um número maior (68,1 por cento) recebeu pelo menos uma dose.

Dose única da vacina contra HPV é eficaz

A taxa subótima de conclusão da série de vacinas é parcialmente atribuída às barreiras, incluindo desconhecimento ou esquecimento da necessidade de doses adicionais, falta de cobertura de seguro ou recomendações dos profissionais de saúde e contato menos frequente com o sistema médico.

Para simplificar as recomendações, vários estudos estão a avaliar a eficácia de um regime de dose única.

Num novo estudo, cientistas internacionais investigaram a prevalência de infeção por HPV entre as mulheres pelo número de doses de vacina recebidas, com a finalidade de avaliar a eficácia de uma única dose da vacina. O estudo foi publicado no JAMA Network Open.

Os investigadores, da UTHealth School of Public Health em Houston, analisaram dados da Pesquisa Nacional de Saúde e Nutrição dos Estados Unidos de 2009 a 2016 para avaliar a prevalência de infeção por HPV entre 1 620 mulheres (idade média, 22,2 anos).

No geral, 1 004 não foram vacinadas e 616 receberam pelo menos uma dose da vacina contra o HPV (106, 126 e 384 receberam uma, duas e três doses, respetivamente).

Os pesquisadores descobriram que a infeção pelo HPV tipo 6, 11, 16 ou 18 foi significativamente menos prevalente entre as mulheres que receberam uma, duas ou três doses da vacina contra o HPV, em comparação com as mulheres não vacinadas (prevalência, 2,4, 5,1 e 3,1, respetivamente, versus 12,5 por cento).

A prevalência não diferiu significativamente para uma versus duas ou uma contra três doses.

Mulheres não vacinadas tiveram uma maior probabilidade prevista de infeção pelo HPV 6, 11, 16 ou 18, em comparação com mulheres que receberam uma, duas ou três doses em análises ajustadas (7,4 versus 2,3, 5,7 e 3,1 por cento, respetivamente).

O estudo concluiu que as mulheres que receberam uma dose da vacina contra o HPV têm proteção semelhante às mulheres que receberam duas ou três doses.

Fonte: Boa Saúde

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS