DIABETES

Cascais sem Diabetes é iniciativa pioneira de promoção da saúde

A Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP) assina no dia 31 janeiro, das 10h às 11h, no Auditório do DNA, em Cascais, o protocolo que dá vida ao projeto “Cascais sem Diabetes”, uma iniciativa em parceria com a Câmara Municipal de Cascais e o Agrupamento de Centros de Saúde de Cascais.

Cascais sem Diabetes é iniciativa pioneira de promoção da saúde

O principal objetivo deste projeto passa por dar resposta ao desafio que a diabetes representa, combatendo o crescimento da incidência da patologia no Município de Cascais através do desenvolvimento de várias ações de prevenção e controlo de um dos maiores problemas de saúde pública em Portugal.

O “Cascais sem Diabetes” prevê a avaliação, na população, do risco de diabetes tipo 2, a identificação das pessoas com diabetes e pré-diabetes e o apoio a estas pessoas através de iniciativas de proximidade na prevenção e gestão da doença. Prevê a implementação de programas de literacia na saúde, ao longo do ciclo de vida, e de formação e capacitação de técnicos de saúde, cuidadores formais e informais, na área da diabetes.

O programa vai também garantir a formação e a capacitação das equipas escolares, nomeadamente na resposta às necessidades das crianças com diabetes tipo 1 e a formação em prevenção e cuidados ao pé diabético, uma das complicações mais frequentes da diabetes.

“Com a celebração de protocolos que possibilitem a identificação da população com diabetes e pré-diabetes, estamos a garantir um apoio que nos vai permitir capacitar as pessoas e educá-las para a prevenção e, assim, evitar a sua progressão ou retardar o surgimento das complicações que lhe estão associadas. Estamos muito satisfeitos com a parceria que estabelecemos com o Município e com o ACES de Cascais e esperamos, nos próximos anos, conseguir diminuir a curva de crescimento da diabetes neste concelho” afirma José Manuel Boavida, presidente da APDP.

João Filipe Raposo, diretor clínico da APDP, reforça que “garantir cuidados adequados através da promoção da prevenção da diabetes e das suas complicações é crucial. Temos de garantir que os nossos técnicos de saúde, de educação, cuidadores formais e informais, na área da diabetes, estão devidamente habilitados para combater uma doença que é um problema de saúde pública em Portugal.”

A sessão de lançamento do programa “Cascais sem Diabetes”, no próximo dia 31 de janeiro, contará com a participação de Isabel Rodrigues, presidente do Agrupamento de Centros de Saúde de Cascais, e Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais.

Fonte: Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP)

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS