PREVENÇÃO

Caminhar até à escola não é suficiente para prevenir obesidade

Hoje em dia, cada vez mais crianças estão acima do peso ou obesas porque não fazem exercício físico suficiente.

Caminhar até à escola não é suficiente para prevenir obesidade

Um dos objetivos do governo do Reino Unido com a implementação do Plano de Obesidade Infantil é aumentar o número de crianças que caminham para a escola, mas, embora caminhar seja saudável, um novo estudo sugere que não é suficiente para combater a obesidade infantil.

Ao usarem dados de mais de sete mil crianças com 11 anos de idade nascidas na Inglaterra, os cientistas descobriram que as crianças que moram em bairros mais carenciados tinham uma maior probabilidade de ir e vir da escola a pé, mas também corriam o maior risco de estar com sobrepeso ou obesidade.

As crianças mais carenciadas também eram mais propensas a não participar em atividades desportivas, verem muita televisão e a terem uma dieta não saudável, o que incluía o consumo de bebidas açucaradas e pouca fruta.

Segundo os investigadores, estes dados mostram que o combate à obesidade infantil precisa de ser mais do que simplesmente aconselhar as crianças a caminharem para a escola com mais frequência; isso acontece porque muitos fatores influenciam o peso de uma criança, incluindo fatores económicos e ambientais que afetam a atividade física e a dieta.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS