HOSPITAL

Hospitalizações podem acelerar declínio cognitivo em idosos

Um recente estudo testou a hipótese de que a doença de Alzheimer e as neuropatologias relacionadas contribuem para a associação entre hospitalização e declínio cognitivo na velhice.

Hospitalizações podem acelerar declínio cognitivo em idosos

Cientistas do Centro Médico da Universidade de Rush, nos Estados Unidos, e colegas estudaram 526 idosos sem demência na linha de base que completaram o teste cognitivo anual e foram autopsiados após a sua morte (idade média na morte, 90,9 anos) para examinar se a doença de Alzheimer e neuropatologias relacionadas contribuem para a associação entre hospitalização e declínio cognitivo.

Os cientistas descobriram que houve 1 383 hospitalizações durante uma média de 5,1 anos, com uma taxa anual média de hospitalização de 0,5. Não houve relação direta entre uma maior taxa de hospitalização e maior carga de marcadores neuropatológicos.

Um declínio cognitivo mais rápido foi observado em associação a uma maior taxa de hospitalização; a associação persistiu após o controlo de todos os sete marcadores neuropatológicos.

O estudo concluiu que, para adultos mais velhos, uma maior ocorrência de hospitalizações está associada a um declínio cognitivo mais rápido.

O estudo foi publicado na revista Annals of Neurology.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS