ALIMENTAÇÃO

Mel manuka australiano tão benéfico quanto o neozelandês

O mel manuka da Nova Zelândia é considerado um alimento muito nutritivo usado para tratar feridas na pele, diminuir os níveis de colesterol e prevenir o aparecimento do cancro, mas um novo estudo descobriu que o mel manuka produzido na Austrália pode ser igualmente eficaz contra as superbactérias.

Mel manuka australiano tão benéfico quanto o neozelandês

Uma equipa de cientistas da Universidade de Tecnologia de Sydney, na Austrália, estudou mais de 80 amostras de mel derivadas de árvores de manuka de Queensland e Nova Gales do Sul e descobriu que o composto que compunha o mel manuka da Nova Zelândia também estava presente nas variedades australianas.

As descobertas provaram que o mel manuka australiano é uma ótima fonte de um composto benéfico chamado metilglioxal.

Os cientistas também descobriram que, embora mais de sete anos tenham se passado após a colheita, a atividade dos méis de manuka australianos permaneceu inalterada, o que sugere que o prazo de validade do mel também pode ser estendido.

Para os investigadores, as descobertas também mostram que este mel pode ser usado para tratar a resistência a antibióticos. Nos últimos anos, houve um aumento no número de superbactérias resistentes a antibióticos que, surpreendentemente, não mostraram desenvolver resistência a este tipo de alimento.

Fonte: Food News

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS