SONO

Viagens longas para o trabalho podem afetar sono e sedentarismo

Pessoas com empregos a tempo inteiro que são obrigadas a fazer longas viagens para chegar ao trabalho podem ter maior probabilidade de ter problemas de sono e estilos de vida sedentários do que colegas que trabalham mais perto de casa, sugere um estudo sueco.

Viagens longas para o trabalho podem afetar sono e sedentarismo

Entre os indivíduos que trabalham mais de 40 horas por semana, o deslocamento diário de mais de meia hora para o trabalho num dia típico foi associado a um risco 25 por cento maior de ter um estilo de vida inativo e a um risco 16 por cento maior de problemas do sono.

Segundo o artigo publicado na revista Occupational & Environmental Medicine, os problemas do sono podem surgir devido à falta de tempo para atividades de relaxamento.

O estudo foi realizado pela Universidade de Estocolmo, na Suécia, em parceria com o Instituto Finlandês de Saúde e Bem-Estar, na Finlândia.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS