VITAMINA-D

Radiografias dentárias podem detetar deficiência de vitamina D

De acordo com um estudo realizado pela Universidade McMaster, no Canadá, as radiografias dentárias podem ser usadas para determinar se as pessoas sofrem de deficiência de vitamina D.

Radiografias dentárias podem detetar deficiência de vitamina D

Os cientistas estabeleceram que os dentes humanos podem apresentar “um registo detalhado e permanente de grave deficiência de vitamina D”. Usando raios-x dentais, os especialistas conseguiram observar esse registo, na forma de deformidades microscópicas na dentina.

Esses dados podem ser a chave para identificar o momento exato em que um indivíduo foi privado da sua fonte primária de vitamina D – a luz solar.

Através de radiografias dentárias, os cientistas podem estudar os padrões facilmente observáveis ​​dos cornos pulpares ou a sombra escura que pode ser vista no meio da imagem de um dente.

Esse padrão consistente e reconhecível é útil, pois os especialistas podem usá-lo para investigar dentes arqueológicos e também pode ajudar indivíduos vivos a determinar se têm deficiência de vitamina D.

As deficiências de vitamina D têm graves consequências, especialmente para a saúde óssea. Este método fiável de identificar a presença do distúrbio pode impedir mais danos à saúde.

Fonte: Food News

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS