MEDICINA

Assinado acordo para cooperação na saúde pelos países da CPLP

Ministros da Saúde lusófonos debateram políticas nacionais de saúde pública dos Estados-membros, nomeadamente o grau da execução do Plano Estratégico de Cooperação em Saúde da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa CPLP (PECS-CPLP) – 2018-2021.

Assinado acordo para cooperação na saúde pelos países da CPLP

Representantes dos ministérios da Saúde dos Estados-membros da CPLP assinaram no passado dia 13 de dezembro, na sede da organização lusófona, a Declaração de Lisboa, um novo acordo para a cooperação na área da saúde.

“Com esta reunião, demos passos importantes na revisão do Plano Estratégico de Cooperação de Saúde [PECS-CPLP] da comunidade, fazendo um trabalho que permite que esse plano seja cada vez mais ajustado aos problemas de saúde dos nossos respetivos países, que seja um plano pragmático (...) daquilo que são esses desafios”, afirmou o ministro da Saúde e da Segurança Social de Cabo Verde.

Declarações aos jornalistas de Arlindo Nascimento do Rosário no encerramento da V reunião de ministros da Saúde da CPLP em representação da presidência rotativa da organização.

“Os pontos fundamentais que nós acordámos dizem respeito à saúde, nomeadamente no reforço institucional de uma forma geral, mas também o alinhamento desse plano estratégico conjugativo do desenvolvimento sustentável”, referiu o responsável governamental.

Arlindo Nascimento do Rosário confirmou ainda que a questão do financiamento para a implementação do PECS-CPLP também foi discutida, afirmando que esta deve passar pelas contribuições dos Estados-membros, mas igualmente junto dos parceiros internacionais.

A próxima reunião dos ministros da Saúde da CPLP deverá ter lugar em Angola, em 2021.

A CPLP é composta por Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Fonte: Vatican News

TEMAS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS