BACTÉRIA

Produtos de beleza podem ser foco de proliferação de bactérias

Várias bactérias nocivas podem proliferar-se nos produtos de beleza se não houver cuidados de higiene, revelou m estudo da Universidade Aston, no Reino Unido, publicado no Journal of Applied Microbiology.

Produtos de beleza podem ser foco de proliferação de bactérias

Foram analisadas cinco categorias de produtos de beleza usados: batons, brilhos de lábios, “eyeliner”, máscaras de pestanas e “blenders”.
 
Os cientistas Amreen Bashir e Peter Lambert descobriram que 79-90 por cento dos produtos analisados estavam contaminados com bactérias, sendo que os “blenders”, esponjas para espalhar base e iluminador, eram os que mais quantidade apresentavam.
 
A razão para a presença destes microrganismos prende-se com a falta de higiene e utilização para além dos prazos de validade. A maioria das esponjas “blender” não era lavada, mesmo depois de caírem no chão.
 
As bactérias detetadas em nove de cada dez produtos foram a Staphylococcus aureus, Eschericia coli e Citrobacter freundii. Quando em contacto com os olhos, boca, cortes ou feridas podem causar infeções graves, sendo as pessoas imunodeprimidas ainda mais vulneráveis.
 
Os autores alertam para a elevada suscetibilidade destes produtos, pois são frequentemente deixados húmidos e com restos de maquilhagem depois de usados, ambiente perfeito para a proliferação das bactérias.
 
Os cientistas sugerem que os reguladores obriguem à colocação de datas de validade mais explícitas e recomendações de limpeza de utensílios nas embalagens.

Fonte: Science Alert

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS