PRÓSTATA

Tratamento inovador com ultrassons é eficaz no cancro da próstata

Cientistas de várias instituições desenvolveram um novo método de tratamento de problemas da próstata que funciona com base em ultrassons.

Tratamento inovador com ultrassons é eficaz no cancro da próstata

 
O cancro da próstata é a segunda maior causa de morte nos homens, a seguir ao cancro do pulmão. Tratar a próstata não é fácil e a cirurgia e a radiação nem sempre são eficazes e podem resultar em incontinência, impotência e disfunção intestinal.
 
Trata-se do procedimento denominado por Ablação Transuretral por Ultrassons Guiada por Ressonância Magnética (TULSA, na sigla em inglês), que consiste em introduzir pela uretra um pequeno tubo com dez elementos geradores de ultrassons.
 
Estes elementos cobrem toda a glândula prostática e emitem ondas de calor que destroem o tecido prostático alvo, poupando os nervos saudáveis. Estes elementos são controlados por um algoritmo que ajusta a forma, intensidade e direção dos raios de ultrassons.
 
Todo o procedimento ocorre dentro de uma máquina de ressonância magnética para que os médicos acompanhem em tempo real o tratamento.
 
Os cientistas recrutaram então 115 homens com uma média de idades de 65 anos com cancro localizado na próstata de risco médio ou baixo e a quem foi aplicado o tratamento em toda a glândula durante 51 minutos.
 
O volume da próstata diminuiu de 39 centímetros cúbicos para 3,8 um ano depois do tratamento.

No geral, os cancros clinicamente relevantes foram eliminados em 80 por cento dos participantes e 65 por cento não apresentou nenhum sinal de cancro na biópsia feita um ano depois.
 
Adicionalmente, os níveis dos biomarcadores antígenos específicos do cancro da próstata no sangue desceram em média 95 por cento. Não foram observados sinais de toxicidade nem complicações intestinais.

Fonte: Science Daily

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS