PULMÃO

Maçãs e tomates podem reparar danos pulmonares

Uma equipa de cientistas da Escola Johns Hopkins Bloomberg, nos Estados Unidos, avaliou a dieta e a função pulmonar de mais de 650 adultos, em 2002, e após dez anos.

Maçãs e tomates podem reparar danos pulmonares

Os participantes responderam a um questionário sobre as suas dietas e a ingestão nutricional geral, para além de terem sido submetidos a uma espirometria, um exame que regista a quantidade de oxigénio que os pulmões podem receber.

Os participantes foram testados para ver quanto ar podiam expelir dos seus pulmões; as descobertas revelaram que os adultos que, em média, ingeriam mais de dois tomates ou mais de três porções de frutas frescas por dia experimentavam um declínio mais lento da função pulmonar do que aqueles que ingeriam menos de um tomate ou de uma porção de fruta por dia.

Os adultos que pararam de fumar e seguiram uma dieta rica em tomates e frutas como maçãs e bananas também experimentaram um declínio mais lento da função pulmonar durante um período de dez anos; isso indicou que os nutrientes que estavam a receber das suas dietas ajudavam a reparar os danos causados ​​pelo tabagismo.

Além disso, os participantes que comeram mais tomates - mesmo aqueles que não pararam de fumar - experimentaram um declínio mais lento na função pulmonar do que aqueles que comeram menos.

Publicado no European Respiratory Journal, os cientistas propõem o uso de uma dieta rica em maças e tomates como meio de auxiliar na reparação de danos nos pulmões de pessoas que deixaram de fumar.

Segundo os cientistas, uma dieta rica em frutas também retarda o envelhecimento pulmonar, tanto em fumadores como em não fumadores.

Fonte: Food News

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS