NUTRIÇÃO

Chás ajudam a manter função cognitiva na velhice

Um estudo recente liderado por cientistas da Universidade Nacional de Singapura revelou que as pessoas que bebem chá regularmente têm regiões cerebrais melhor organizadas - e isso está associado à função cognitiva saudável - em comparação aos que não bebem chá.

Chás ajudam a manter função cognitiva na velhice

A equipa fez essa descoberta depois de examinar dados de neuroimagem de 36 adultos mais velhos.

Estudos anteriores demonstraram que a ingestão de chá é benéfica para a saúde humana, e os efeitos positivos incluem melhoria do humor e prevenção de doenças cardiovasculares.

No novo estudo, a equipa recrutou 36 adultos com 60 anos ou mais de idade e reuniu dados sobre sua saúde, estilo de vida e bem-estar psicológico. Os idosos também foram submetidos a exames neuropsicológicos e ressonância magnética (RM). O estudo foi realizado de 2015 a 2018.

Ao analisar o desempenho cognitivo e os resultados de imagem dos participantes, foi possível verificar que indivíduos que consumiam chá verde, chá oolong ou chá preto pelo menos quatro vezes por semana durante cerca de 25 anos tinham regiões cerebrais interconectadas de forma mais eficiente.

Estes resultados oferecem a primeira evidência de contribuição positiva do consumo de chá para a estrutura do cérebro e sugerem que o consumo regular de chá tem um efeito protetor contra o declínio relacionado com a idade na organização do cérebro.

O estudo foi realizado em conjunto com colaboradores da Universidade de Essex e da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, e os resultados foram publicados na revista científica Aging.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS