HEPATOLOGIA

Momento de ingestão de alimentos desempenha papel na função hepática

A importância do momento certo para a ingestão de alimentos foi novamente evidenciada por um estudo recentemente publicado na revista Cell Reports.

Momento de ingestão de alimentos desempenha papel na função hepática

Nele, investigadores da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, descobriram que a altura do dia em que as pessoas se alimentam tem efeitos profundos nas funções metabólicas e no ritmo dos processos biológicos.

Comer na hora errada do dia, por exemplo, pode atrapalhar a expressão rítmica dos genes nas células e levar ao desenvolvimento de certas doenças.

Os cientistas projetaram um teste usando ratos, variaram os tempos de alimentação de dois grupos diferentes para seguir um padrão arrítmico (ingestão alimentar restrita apenas à noite) ou um padrão irrestrito.

O teste durou cinco semanas, após as quais os cientistas recolheram os fígados dos animais em vários pontos do dia para estudar a expressão de genes nesse órgão.

O estudo descobriu que a alimentação arrítmica interrompeu o ritmo da expressão de 70 por cento dos genes do fígado dos animais; essa interrupção afetou apenas genes que não pertencem ao relógio principal presente no fígado de ratos. Enquanto isso, os genes do relógio principal mantiveram a sua expressão rítmica, apesar do padrão de alimentação arrítmica.

Além disso, os cientistas também descobriram que o momento da ingestão de alimentos altera o momento das principais vias metabólicas de sinalização e metabolismo sem afetar as oscilações do relógio principal no fígado.

Fonte: Food News

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS