AMBIENTE

Alimentos nutritivos têm menor impacto ambiental do que não saudáveis

Uma ampla adesão a dietas saudáveis ​​reduziria acentuadamente o impacto ambiental da agricultura e da produção de alimentos, de acordo com uma nova pesquisa realizada pelas universidades do Minnesota e de Oxford, nos Estados Unidos e no Reino Unido, respetivamente.

Alimentos nutritivos têm menor impacto ambiental do que não saudáveis

Pela primeira vez, cientistas vincularam os impactos à saúde dos alimentos ao seu impacto ambiental geral. O relatório, publicado na revista PNAS, conclui que alimentos com resultados positivos para a saúde têm um dos menores impactos ambientais, enquanto outros alimentos, como carne vermelha, podem ser especialmente prejudiciais para ambos.

Os investigadores exploraram de que forma o consumo de 15 grupos alimentares diferentes está, em média, associado a cinco resultados diferentes de saúde e cinco aspetos da degradação ambiental.

Os resultados mostram que quase todos os alimentos associados a melhores resultados para a saúde (por exemplo, cereais integrais, frutas, legumes, nozes e azeite) têm os menores impactos ambientais.

Da mesma forma, alimentos com os maiores aumentos nos riscos de doenças - principalmente carne não processada e processada, como carne de porco, carne bovina, carne de carneiro e cabra - são consistentemente associados aos maiores impactos ambientais negativos.

As duas exceções notáveis ​​são o peixe, um alimento geralmente mais saudável com impactos ambientais moderados e as bebidas açucaradas, que apresentam riscos à saúde, mas têm um baixo impacto ambiental.

Fonte: Eurekalert

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS