GRAVIDEZ

Álcool em pequenas quantidades continua a ser prejudicial

Uma pesquisa publicada no Journal of Physiology mostrou que mesmo pequenas quantidades de álcool consumidas durante a gravidez podem causar resistência à insulina, o que aumenta a probabilidade de diabetes na prole.

Álcool em pequenas quantidades continua a ser prejudicial

Realizado em ratos, o estudo imitou ocasiões especiais, como uma festa de aniversário, onde uma mãe grávida pode ser incentivada a ingerir uma ou duas bebidas alcoólicas.

Ratos machos expostos a esse baixo nível de álcool pré-natal mostraram sinais de se tornar diabéticos por volta dos seis meses de idade. Os cientistas forneceram álcool apenas aos ratos mãe em dois dias durante a gravidez.

A concentração de álcool no sangue dos ratos alcançou apenas 0,05 por cento e, no entanto, a prole masculina tornou-se quase diabética, com os níveis de insulina a atingir níveis mais altos do que o esperado para manter os níveis normais de açúcar no sangue.

Outra descoberta interessante foi que a resistência à insulina era específica para o sexo, ocorrendo apenas nos ratos machos.

O estudo foi realizado pela Universidade de Queensland, na Austrália.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS