ACNE

Neutrogena recolhe produtos de fototerapia antiacne

A Neutrogena está a retirar do mercado dois dispositivos médicos - “Neutrogena Visibly Clear Máscara de Fototerapia Antiacne” e “Neutrogena Visibly Clear Ativador da Máscara de Fototerapia Antiacne” - por questões de segurança relacionadas com a luz azul emanada por esses equipamentos, informa a Autoridade Nacional do Medicamento - Infarmed.

Neutrogena recolhe produtos de fototerapia antiacne

O dispositivo médico “Neutrogena Visibly Clear Máscara de Fototerapia Antiacne” abrangido pela ação de recolha iniciada pela Neutrogena é constituído por uma máscara facial e um ativador sem fios e está indicado para o tratamento da acne facial ligeira a moderada. Trata-se de um produto reutilizável e não-invasivo de utilização doméstica, tendo como fonte de energia 4 pilhas AA.

Também o dispositivo médico “Neutrogena Visibly Clear Ativador da Máscara de Fototerapia Antiacne” - que contém apenas o ativador e é comercializado separadamente para substituir o ativador disponibilizado com a máscara - está a ser abrangido pela ação da marca que pertence aos laboratórios da Johnson & Johnson.

A informação é avançada pelo Infarmed. Os dois equipamentos já foram retirados de comercialização noutros países, nomeadamente nos Estados Unidos, onde a empresa tem a sua sede mundial.

Esta recolha decorre como medida de precaução, uma vez que a marca terá recebido “notificações de eventos visuais adversos”. Por outro lado, “o crescimento da discussão científica em torno da segurança da utilização da luz azul” levou a marca a optar por retirar os aparelhos do mercado.

O Infarmed esclarece que “estes efeitos adversos são raros, geralmente ligeiros e transitórios”, acrescentando que “existe um risco teórico de lesão ocular para uma amostra reduzida da população com determinadas patologias oculares subjacentes, como retinite pigmentosa, albinismo ocular, doenças congénitas da retina, bem como para utilizadores que tomem medicamentos que possam potenciar a fotossensibilidade”.
O Infarmed aconselha a que, caso registe algum incidente relacionado com o produto, entre em contacto com a Unidade de Vigilância de Produtos de Saúde da entidade.

Fonte: Infarmed

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS