VITAMINA

Níveis baixos de vitaminas e antioxidantes ligados a fragilidade

Investigadores do Trinity College de Dublin, na Escócia, mostraram que níveis mais baixos de vitaminas e antioxidantes específicos estão associados à fragilidade em pessoas idosas.

Níveis baixos de vitaminas e antioxidantes ligados a fragilidade

A fragilidade é uma síndrome crónica comum que afeta até 25 por cento dos adultos com mais de 65 anos e mais da metade dos adultos acima dos 80 anos.

Este estudo examinou a associação dos níveis de vitamina B12, folato, vitamina D, luteína e zeaxantina com a fragilidade.

Níveis mais baixos de luteína, zeaxantina e vitamina D foram associados não apenas à fragilidade, mas também a estágios iniciais da “pré-fragilidade”; baixos níveis de vitaminas do complexo B foram associados à pré-fragilidade.

Além disso, a acumulação de insuficiências de micronutrientes foi progressivamente associada aos estágios de severidade da fragilidade.

Estes dados levantam a questão do papel da suplementação dietética e contribuem para as discussões políticas em curso sobre a fortificação.

Fonte: Medical Xpress

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS