CALORIAS

Restrição calórica aumenta anos de vida saudável

Um estudo publicado na revista Lancet Diabetes and Endocrinology sugere que, quando iniciada na idade adulta jovem e na meia-idade, a restrição calórica pode ter um impacto significativo na saúde futura.

Restrição calórica aumenta anos de vida saudável

Além disso, os benefícios podem ser alcançados com uma redução relativamente modesta na ingestão de calorias.

O estudo foi o primeiro a testar o efeito da restrição calórica sobre fatores de risco cardiometabólico em homens e mulheres saudáveis, jovens e de meia-idade.

A pressão arterial, o colesterol, os triglicerídeos e, entre outros, os marcadores inflamatórios, foram alguns dos fatores de risco cardiometabólicos avaliados.

O estudo atribuiu 213 adultos, com idades entre os 21 e os 50 anos, a um de dois grupos: um grupo foi instruído a reduzir a ingestão diária de calorias em 25 por cento, durante dois anos, e o outro grupo continuou a seguir a sua dieta normal.

Ao longo de dois anos, o grupo de restrição de calorias não atingiu a meta de 25 por cento, mas reduziu as calorias em 12 por cento, ou 279 calorias por dia; este grupo também sofreu uma perda de peso média de 16 quilos.

A restrição calórica também causou uma redução significativa em todos os fatores de risco cardiometabólicos, embora esses valores fossem normais no início do estudo; os participantes que comeram a sua dieta habitual não experimentaram qualquer melhoria.

Tendo em conta os resultados, os cientistas concluíram que uma restrição calórica modesta, quando iniciada em pessoas jovens, saudáveis ​​e não obesas, pode oferecer proteção substancial contra doenças cardiovasculares e diabetes mais tarde na vida.

Fonte: The Globe and Mail

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS