EPIDEMIA

OMS declara Emergência Global por causa do Ébola

O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom-Ghebreyesus, declarou o surto de doença do vírus Ébola (EVD) na República Democrática do Congo (RDC) como sendo uma Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional (ESPII).

OMS declara Emergência Global por causa do Ébola

Tedros afirmou que é hora de o mundo perceber e redobrar os esforços e trabalhar juntos em solidariedade com a República Democrática do Congo para acabar com este surto e construir um sistema de saúde melhor. 

A declaração seguiu-se a uma reunião do Comité de Emergência do Regulamento Sanitário Internacional para a doença do vírus Ébola (EVD) na RDC. O Comité citou os recentes desenvolvimentos no surto ao fazer a sua recomendação, incluindo o primeiro caso confirmado em Goma, uma cidade de quase dois milhões de pessoas na fronteira com o Ruanda, sendo esta cidade uma porta de entrada para o resto da RDC e do mundo. Esta foi a quarta reunião do Comité de Emergência desde que o surto foi declarado em 1 de agosto de 2018. 

O Comité manifestou-se desapontado com os atrasos no financiamento, que limitaram a resposta. Os peritos também reforçaram a necessidade de proteger os meios de subsistência das pessoas mais afetadas pelo surto, mantendo abertas as rotas de transporte e as fronteiras. É essencial evitar as consequências económicas punitivas das restrições de viagens e comércio às comunidades afetadas. 

O presidente do Comité de Emergência, Robert Steffen, diz que é importante que o mundo siga as recomendações, e também é crucial que os estados não usem o surto como uma desculpa para impor restrições comerciais ou de viagens, o que teria um impacto negativo na resposta e nas vidas e meios de subsistência das pessoas na região. 

Desde que foi declarado há quase um ano, o surto foi classificado como uma emergência de nível 3 (a mais grave) pela OMS, provocando o mais alto nível de mobilização da organização.

A Organização das Nações Unidas (ONU) também reconheceu a gravidade da emergência, ativando o Escala-Up do Sistema Humanitário para apoiar a resposta ao Ébola.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS