OFTALMOLOGIA

Optometristas alertam para importância de consultas da visão regulares

A Associação de Profissionais Licenciados de Optometria (APLO) está a sensibilizar a população para a importância dos cuidados primários para a saúde da visão, através de uma campanha que conta com o apoio de cinco câmaras municipais e nove instituições de ensino secundário e superior.

Optometristas alertam para importância de consultas da visão regulares

Segundo Raúl de Sousa, presidente da APLO, “o lançamento desta campanha surge da necessidade de alertar as pessoas para as principais condições visuais e doenças oculares, bem como para as vantagens de realizar consultas da visão regularmente, sendo o seu principal benefício a deteção e tratamento precoces de diversos problemas da visão”.

Sobre a escolha das autarquias como ponto estratégico de divulgação desta campanha,  a APLO refere que “estas representam um ponto de contacto próximo com as populações locais, entre elas a população idosa, que, atualmente, representa um grupo de risco para o desenvolvimento de doenças como as cataratas, o glaucoma ou a degeneração macular relacionada com a idade, para além do facto de todos necessitarem de óculos para melhorar a visão devido à presbiopia ou dificuldade em visão de perto, que surge normalmente após os 45 anos”.

Por outro lado, acrescenta, “as escolas tornam-se pontos cruciais de promoção da saúde pública, onde se deve apostar fortemente na sensibilização das crianças e jovens, mas também dos professores e encarregados de educação, por forma a estarem atentos aos sinais de alerta para condições visuais que surgem, normalmente, nas primeiras duas décadas de vida, tais como a miopia, a hipermetropia, o astigmatismo, entre outras”.

Esta campanha, que é apresentada com o mote “Uma boa visão exige o olhar de um profissional”, visa também promover o papel dos optometristas na prestação de cuidados primários da saúde da visão, sendo estes normalmente o primeiro ponto de contacto para a população que sofre de problemas da visão.

Fonte: Miligrama (press release)

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS