ALERTAS

Cafeína pode aumentar ansiedade

A cafeína, quando usada com moderação, pode aumentar a energia, melhorar o estado de alerta e produzir uma sensação geral de bem-estar. Contudo, quando ingeridas em excesso, as bebidas contendo cafeína podem causar insónia, aumentar a ansiedade e o nervosismo. As pessoas que já lutam contra a ansiedade podem ser particularmente suscetíveis aos seus efeitos.

Cafeína pode aumentar ansiedade

De acordo com cientistas da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos, embora a cafeína possa ajudar na concentração e dar ânimo a algumas pessoas, incluindo aqueles com humor deprimido, esta pode causar problemas para pessoas com transtorno geral de ansiedade. 

Baixas doses de cafeína são consideradas de 50mg a 200mg. Caso a pessoa venha a consumir mais de 400mg de uma só vez, pode experimentar alguns dos efeitos colaterais mais desagradáveis do composto.

Além de se sentirem superestimulados e ansiosos, aqueles indivíduos que consomem muita cafeína podem experimentar outros sintomas como coração acelerado, náusea ou dor abdominal. 

A cafeína pode ainda interagir negativamente com medicamentos para distúrbios convulsivos, doença hepática, doença renal crónica, certas condições cardíacas ou doenças da tireoide, que podem tornar-se mais difíceis de controlar. 

Enquanto algumas pessoas são mais sensíveis à cafeína do que outras, o recomendado é baseado no peso corporal. Assim, as crianças podem estar sob maior risco de efeitos negativos.

Os especialistas recomendam que adolescentes e crianças não consumam mais do que 100mg de cafeína por dia, um limiar muito baixo, considerando quantos produtos contêm cafeína. 

Para se ter ideia de quantidades, uma embalagem grande de café Starbucks contém 250mg de cafeína, em comparação com 100mg em uma chávena média de café caseiro genérico. Bebidas energéticas podem conter cerca de 400mg. Uma lata de Coca-Cola contém 35mg de cafeína.

Fonte: Boa Saúde/Bibliomed

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS