ALIMENTAÇÃO

Cientistas encontram nova função para desperdício alimentar

Um estudo realizado pela Universidade de Boras, na Suécia, analisou de que forma o desperdício alimentar, como as cascas de laranja, pode ser reprocessado para produzir rações animais e bioplásticos.

Cientistas encontram nova função para desperdício alimentar

Para o estudo, os cientistas usaram diferentes tipos de resíduos de processamento de alimentos para fazer desenvolver um fungo filamentoso especial para formar biomassa.

Alguns dos produtos descartados utilizados incluíram amido solúvel de batatas, cascas de laranja, amido de ervilha e água residual de uma instalação de produção de amido de trigo.

Os investigadores descobriram que a aparência física da biomassa depende da sua fonte. Em particular, a biomassa é abundante em proteína e gordura. Há também um benefício ambiental e económico na reutilização de resíduos para o cultivo de fungos.

Resíduos alimentares de diferentes indústrias podem ser usados ​​para o crescimento de fungos e, essencialmente, gerar uma proteína ou biomassa rica em lípidos. Por sua vez, essa biomassa pode ser trazida de volta à cadeia de suprimento, onde pode ser convertida em ração para peixes ou bioplástico.

Por exemplo, em vez de capturar grandes quantidades de peixes pequenos para alimentar peixes em cativeiro, pode ser possível utilizar alimentos criados a partir da biomassa de fungos.

Dessa forma, segundo os cientistas, o setor pode economizar recursos ao mesmo tempo que gera menos desperdício; ao simplificar a produção de bioplásticos, as pessoas podem reduzir o uso de plásticos à base de petróleo que poluem fortemente o meio ambiente e levam anos para se decompor.

Fonte: Food News

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS