ESCLEROSE

Lagoas Park recebe exposição “A Minha Esclerose Múltipla Invisível”

De 22 a 26 de julho, a exposição “A Minha Esclerose Múltipla Invisível” estará na Galeria Comercial do Lagoas Park, antes de seguir viagem para o sul do país, onde permanecerá durante o mês de agosto na região do Algarve.

Lagoas Park recebe exposição “A Minha Esclerose Múltipla Invisível”

No dia de inauguração no novo local, 22 julho, pelas 11h30, vai estar presente um representante da direção da Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla, a vereadora Teresa Bacelar, em representação da Câmara Municipal de Oeiras, e ainda um representante do Lagoas Park.

Os sintomas representados nestes 12 painéis são possíveis de controlar e atenuar, outros provocam grandes constrangimentos na vida do doente e prejudicam a sua qualidade de vida.

Por este motivo, as associações de doentes – Associação Nacional de Esclerose Múltipla (ANEM), Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla (SPEM), e Todos com Esclerose Múltipla (TEM) – uniram-se nesta iniciativa para dar a conhecer os desafios dos doentes.

Algumas das experiências que os visitantes poderão vivenciar, de acordo com a realidade de um doente com esclerose múltipla, prendem-se com tentar pegar numa caixa de cereais mais pesada que o normal, abotoar uma camisa com luvas de borracha, usar umas barbatanas para caminho ou procurar ler o rótulo de uma embalagem com letras distorcidas. Cada exposição procura colocar em destaque um dos 12 sintomas e durante a estadia no Lagoas Park o sintoma em destaque será dos espasmos musculares.

A exposição foi inaugurada a 30 de maio de 2019, no Dia Mundial da Esclerose Múltipla, no Instituto Superior Técnico de Lisboa, e, desde então, já passou pelo Centro de Reabilitação de Alcoitão. A partir do dia 26 de julho, a exposição seguirá para o próximo destino na região do Algarve, onde permanecerá durante o mês de agosto.

“A Minha Esclerose Múltipla Invisível” é uma exposição itinerante que vai percorrer 12 distritos de Portugal, até maio de 2020, e que permitirá aos visitantes, para além da compreensão de cada sintoma, conhecer testemunhos na primeira pessoa de doentes com EM, e ainda experienciar o que sente um doente.

Fonte: Float (press release)

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS