AUTISMO

Comportamentos alimentares incomuns podem indicar autismo

Comportamentos alimentares atípicos podem ser um sinal de que uma criança deve ser examinada para despiste de diagnóstico de autismo, de acordo com um novo estudo realizado pela Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos.

Comportamentos alimentares incomuns podem indicar autismo

A pesquisa descobriu que comportamentos alimentares atípicos estavam presentes em 70 por cento das crianças com autismo, o que é 15 vezes mais comum do que em crianças neuro-típicas.

Comportamentos alimentares atípicos podem incluir preferências alimentares severamente limitadas, hipersensibilidade às texturas ou temperaturas dos alimentos e comer alimentos sem engolir.

De acordo com os cientistas, estes comportamentos estão presentes em muitas crianças de um ano com autismo e podem sinalizar aos médicos e pais que uma criança pode ter autismo.

Os investigadores avaliaram os comportamentos alimentares descritos em entrevistas com pais de mais de duas mil crianças de dois estudos; durante o estudo, foram investigadas as diferenças na frequência de comportamentos alimentares incomuns entre crianças típicas e aquelas com autismo, transtorno de défice de atenção e hiperatividade e outras desordens.

Fonte: Eurekalert

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS