MEDICAMENTO

Falhas no acesso ao medicamento não podem ser aceitáveis

“As falhas no acesso ao medicamento e na segurança dos doentes não podem tornar-se normais nem aceitáveis em Portugal”, declara Paulo Cleto Duarte, presidente da Associação Nacional de Farmácias (ANF).

Falhas no acesso ao medicamento não podem ser aceitáveis

A ANF expressa solidariedade aos farmacêuticos hospitalares forçados a trabalhar em situações de risco.

“As farmácias hospitalares têm um papel insubstituível na assistência farmacêutica, que não pode ser deteriorado”, alerta o presidente da ANF.

A ANF pede à Assembleia da República que assuma como prioritário o debate sobre a assistência farmacêutica em todo o território.

“Os farmacêuticos estão unidos, em torno da sua bastonária, para continuarem a garantir o acesso dos portugueses ao medicamento em condições de excelência, mas o Parlamento e o Governo têm de criar condições para isso”, afirma Paulo Cleto Duarte.

Fonte: Fonte: LPM Comunicação (press release)

TEMAS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS