MORTALIDADE

Mortalidade devido a cocaína e psicoestimulantes aumenta nos EUA

As mortes por overdose de drogas envolvendo cocaína e psicoestimulantes continuam a aumentar nos Estados Unidos, segundo um relatório publicado na revista eletrónica Morbidity and Mortality Weekly Report do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos.

Mortalidade devido a cocaína e psicoestimulantes aumenta nos EUA

Investigadores dos CDC em Atlanta analisaram, entre 2016 e 2017, mudanças nas taxas de mortalidade ajustadas por idade envolvendo cocaína e psicoestimulantes, e as tendências nas taxas de mortalidade por cocaína e psicoestimulante no período 2003 - 2017.

Os pesquisadores descobriram que 19,8 e 14,7 por cento de todas as mortes por overdose de drogas em 2017 envolviam cocaína e psicoestimulantes, respetivamente.

De 2016 a 2017, as taxas de mortalidade aumentaram para ambas as categorias de medicamentos em todas as características demográficas, níveis de urbanização, regiões do censo e estados.

Os opioides estiveram envolvidos em 72,7 e 50,4 por cento das overdoses causadas por cocaína e psicoestimulantes, respetivamente, em 2017.

Os aumentos nas mortes por overdose causadas por cocaína de 2012 a 2017 foram impulsionados principalmente por opioides sintéticos, enquanto os aumentos nas mortes causadas por psicoestimulantes ocorreram em grande parte independentemente dos opioides; nos últimos anos, houve um aumento do coenvolvimento de opioides sintéticos.

Assim, o estudo concluiu que houve um aumento contínuo de mortes envolvendo cocaína e psicoestimulantes, indica o relatório dos CDC.

Fonte: Boa Saúde

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS