INFANTIL

Portugal em posição de destaque na proteção dos direitos da criança

Portugal está no segundo lugar no Top 10 do KidsRights Index (índice de proteção dos direitos da criança), segundo o relatório de 2019 da organização internacional dos direitos da criança KidsRights, em parceria com a Universidade Erasmus de Roterdão, na Holanda, divulgado no âmbito da Convenção dos Direitos da Criança. Em matéria de saúde, ocupamos a 3.ª posição.

Portugal em posição de destaque na proteção dos direitos da criança

O KidsRights Index é um indicador que classifica a adesão dos países, a nível mundial, às recomendações e esforços na melhoria dos direitos das crianças.

O ranking global anual dos desempenhos dos países em relação aos direitos das crianças avaliou, em 2019, um total de 181 países, sendo que as cinco primeiras posições ficaram para Islândia, Portugal, Suíça, Finlândia e Alemanha, respetivamente.

A análise assenta em 23 indicadores, 16 quantitativos e sete qualitativos, agrupados em cinco domínios: direito à vida, direito à saúde, direito à educação, direito à proteção e criação de um ambiente favorável ao cumprimento dos direitos da criança.

A pesquisa baseia-se em dados quantitativos publicados e regularmente atualizados pela Unicef e dados qualitativos publicados pelo Comité dos Direitos da Criança da Organização das Nações Unidas (ONU) para todos os países signatários da Convenção sobre os Direitos da Criança da ONU.

Fonte: SNS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS