SEXUALIDADE

Jovens continuam a não usar preservativos

De acordo com um estudo realizado pela Universidade de New South Wales, na Austrália, em 2018, 75 por cento dos jovens australianos, com idades entre os 15 e os 29 anos, fizeram sexo, pelo menos, uma vez sem preservativo.

Jovens continuam a não usar preservativos

Isto acontece apesar das campanhas de prevenção e do alerta de que as taxas de doenças sexualmente transmissíveis (DST) estão a aumentar.

A pesquisa descobriu que a maioria dos jovens (69 por cento) não utilizava preservativo ao fazer sexo com parceiros regulares e 24 por cento não usavam preservativos com parceiros casuais.

Para os cientistas, apesar de serem os jovens os principais alvos de campanhas de saúde sexual, estas tornam-se insignificantes, pois os jovens não as consideram relevantes.

Por outro lado, o Instituto Kirby, na Austrália, que publica dados sobre as taxas de DST a cada ano, descobriu que houve um aumento de 13 por cento nos diagnósticos de clamídia em 2017. Três quartos desses diagnósticos foram entre jovens com 15 a 29 anos de idade.

Fonte: ABC

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS