DERMATOLOGIA

Hidratantes faciais para mulheres são mais caros do que para homens

Segundo um estudo do Massachusetts General Hospital, nos Estados Unidos, para as mulheres, manter a saúde e beleza da pele do rosto custa, em média, cerca de mais três dólares (cerca de 2,70 €) por 30 ml de produto do que para os homens.

Hidratantes faciais para mulheres são mais caros do que para homens

Os investigadores analisaram os preços de 110 hidratantes faciais em três grandes redes on-line – Amazon, Target e Walmart – e encontraram diferenças significativas de preços baseadas em género.

Em média, os produtos comercializados para mulheres custam 3,09 dólares a mais por cada 30ml do que aqueles comercializados para homens, o que representa mais de 100 dólares por litro de produto.

Os pesquisadores usaram três características do produto – linguagem, cor e gráficos da embalagem, e forma do recipiente – para classificar os produtos como sendo comercializados para mulheres ou homens.

Dos 56 produtos classificados como sendo direcionados para mulheres, apenas três foram explicitamente rotulados como “para mulheres”.

Dos 54 produtos classificados como masculinos, 47 (87 por cento) incluíam a palavra “homens” na linguagem de marketing. A quantidade total de miligramas fluidos por garrafa não foi significativamente diferente entre produtos comercializados para mulheres ou homens.

Os investigadores não encontraram nenhuma diferença significativa entre os hidratantes faciais comercializados no mercado para mulheres ou homens quando se trata do número rotulado como livre de fragrância, oferecendo proteção solar ou propriedades antienvelhecimento, para pele sensível, hipoalergénico ou dermatologicamente recomendado. A principal diferença estava no preço.

Para os investigadores, o estudo mostra que o preço discriminatório persiste e continua sendo um problema real quando se trata de produtos dermatológicos e destacam a importância de manter a pele hidratada, uma vez que a desidratação da pele pode levar a problemas graves, como eczema e rosácea.

Fonte: Boa Saúde

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS