ALIMENTAÇÃO

Uma fatia de bacon diária associada a risco de cancro colorretal

Estudos anteriores descobriram um aumento do risco de cancro colorretal em pessoas com registavam alto consumo de carne vermelha e processada. A maioria dos estudos anteriores recolheu informações sobre a ingestão dietética durante a década de 1990 ou antes. Porém, os padrões no consumo de carne mudaram desde então.

Uma fatia de bacon diária associada a risco de cancro colorretal

Além disso, poucos estudos utilizaram doses medidas para reduzir o impacto do erro de medição e para quantificar a quantidade de carne vermelha e processada que está associada a um risco aumentado para este tipo de tumor.

O erro de medição geralmente distorce as associações em relação ao valor nulo; as associações observadas em estudos anteriores que não mediram novamente a ingestão podem ser subestimadas.

Num novo estudo realizado na Universidade de Oxford, no Reino Unido, as pessoas que ingeriram 76 gramas de carne vermelha e processada por dia - o que está de acordo com as diretrizes atuais e representa aproximadamente o mesmo que um hambúrguer de carne - tiveram uma probabilidade 20 por cento maior de desenvolver cancro colorretal, em comparação com outras pessoas que comeram 21 gramas por dia, o equivalente a uma fatia de presunto, de acordo com a pesquisa.

O estudo também descobriu que carnes processadas, como salsichas ou bacon, representam um risco maior do que a carne vermelha, com o risco de cancro colorretal aumentar 20 por cento por cada 25 gramas de carne processada ingerida (aproximadamente equivalente a uma fatia fina de bacon/dia, e em 19 por cento por cada 50 gramas de carne vermelha comida (uma fatia grossa de rosbife ou uma costeleta de cordeiro).

Este estudo descobriu que pessoas que consumiam carne vermelha e processada quatro ou mais vezes por semana apresentavam um aumento de 20 por cento no risco de cancro colorretal, em comparação com aquelas que consumiam carne vermelha e processada menos de duas vezes por semana.

Verificou-se ainda que uma pequena quantidade de carne processada parece ter o mesmo efeito que uma grande quantidade de carne vermelha no risco de desenvolvimento deste tipo de tumor.

Fonte: Boa Saúde

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS