EXERCÍCIO

Caminhadas e exercício reduzem risco de morte por doença hepática

A atividade física, incluindo caminhada e atividades de fortalecimento muscular, foram associadas a um risco significativamente reduzido de morte relacionada com a cirrose, de acordo com uma pesquisa apresentada no evento Digestive Disease Week 2019.

Caminhadas e exercício reduzem risco de morte por doença hepática

Realizado pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, o estudo foi o primeiro a explorar o impacto do exercício na mortalidade por cirrose e cancro do fígado.

Os resultados são, para os cientistas, significativos, “tendo em conta que pouco se sabe sobre os fatores de risco modificáveis” para estas patologias.

Os cientistas acompanharam 68 449 mulheres e 48 748 homens, que forneceram dados precisos sobre a atividade física, incluindo tipo e intensidade, a cada dois anos, entre 1986 e 2012.

Os participantes não tinham qualquer indício de doença hepática no início do estudo.

O estudo mostrou que adultos no quintil mais alto da atividade de caminhada semanal tinham um risco de morte relacionado com a cirrose 73 por cento menor do que aqueles no quintil mais baixo.

Uma redução adicional no risco foi observada com exercícios combinados de caminhada e fortalecimento muscular.

Fonte: Medical Xpress

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS