SIDA

Testes de VIH e hepatites gratuitos vão chegar a cerca de 40 locais

A partir do dia 17 de maio, e até ao dia 24 do mesmo mês, vai poder fazer gratuitamente o teste de VIH e hepatite, no âmbito da Semana Europeia do Teste da Primavera VIH-Hepatites.

Testes de VIH e hepatites gratuitos vão chegar a cerca de 40 locais

Portugal junta-se ao resto da Europa numa iniciativa que pretende promover a sensibilização dos benefícios destes testes e encorajar mais pessoas a tomarem consciência do seu estatuto serológico para a infeção pelo VIH e hepatites B e C.

A Semana Europeia do Teste da Primavera VIH-Hepatites celebra-se de 17 a 24 de maio de norte a sul do país. Ao longo desta semana, será possível fazer o teste de VIH e hepatites virais em mais de 38 locais, geridos pelas 18 organizações da sociedade civil em todo o país. Os testes são gratuitos, rápidos e anónimos.

Em Portugal, esta iniciativa é coordenada pela associação GAT – Grupo de Ativistas em Tratamentos – que se junta a outras organizações, instituições, líderes de opinião e líderes governamentais de toda a Europa para promover esforços que aumentem o acesso aos testes e consciencializem para os benefícios dos testes de VIH e hepatites para encorajar pessoas que possam estar em risco a tomar conhecimento do seu estatuto serológico.

O lema da Semana Europeia do Teste continua a ser “Testar. Tratar. Prevenir.”, com o objetivo de aumentar o diálogo positivo entre aqueles que devem ser testados para o VIH e hepatites e aqueles que oferecem testes.

É importante que as pessoas em risco de contrair VIH e/ou hepatites conheçam o seu estatuto serológico o mais rápido possível e isso só é possível fazendo o teste.

Atualmente, com um tratamento adequado, é possível curar a infeção pela hepatite C. De igual modo, através de um tratamento precoce e eficaz para a infeção pelo VIH, é possível atingir uma carga viral indetetável, tornando, assim, o vírus intransmissível.

Esta semana permanece uma iniciativa única de trabalho conjunto e uma oportunidade quer de aumentar o número de testes rápidos realizados em contexto comunitário, quer de locais onde decorre o rastreio e a distribuição de preservativos e gel lubrificante.

A Semana Europeia do Teste está agora no seu sétimo ano e, em 2015, foi alargada para incluir a hepatite como foco principal. Um evento que tinha lugar apenas uma vez por ano, passou a uma campanha bianual com a Semana Europeia do Teste VIH-Hepatites a decorrer durante a primavera (maio) e no outono (novembro).

As hepatites B e C são comuns nas pessoas em situações risco de entre as pessoas que vivem com o VIH , porque esses vírus são transmitidos das mesmas maneiras que o VIH é transmitido - através do uso de drogas injetáveis e do sexo sem preservativo.

A semana do teste é direcionada a comunidades em maior vulnerabilidade para o VIH e hepatites virais B e C. Estas populações incluem, mas não estão limitados a: homens que fazem sexo com homens (HSH), migrantes (incluindo pessoas originárias de países com maior prevalência), trabalhadores do sexo, reclusos e utilizadores de drogas injetáveis.

Fonte: press release

TEMAS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS