OFTALMOLOGIA

Ocorrência de lesões oftalmológicas após AVC é elevada

A incidência e a prevalência pontual de problemas visuais em sobreviventes de um acidente acidente vascular cerebral (AVC) agudo são muito altas, de acordo com um estudo publicado na revista PLoS ONE.

Ocorrência de lesões oftalmológicas após AVC é elevada

Investigadores britânicos usaram dados de triagem visual (avaliação da acuidade visual, campos visuais, alinhamento ocular, motilidade ocular, desatenção visual, e de perceção visual) de 1 033 pacientes (52 por cento homens, com média de idade de 73 anos) que foram submetidos a uma avaliação visual rotineira num período médio de três dias e a uma avaliação visual completa no período médio de quatro dias após terem sofrido um acidente vascular cerebral (87 por cento sendo um acidente vascular cerebral isquémico).

Os dados apurados mostraram que a incidência de novas sequelas visuais foi de 48 por cento para todas as admissões e 60 por cento entre os sobreviventes de AVC.

Apenas 27 por cento dos pacientes tiveram exames oftalmológicos normais. Em 73 por cento dos pacientes com problemas visuais, as avaliações mostraram que 56 por cento tinham a visão central prejudicada, 40 por cento tinham anormalidades dos movimentos oculares, 28 por cento tinham perda de campo visual, 27 por cento apresentavam desatenção visual e cinco por cento apresentavam distúrbios de perceção visual.

O estudo concluiu que a incidência e a prevalência pontual de problemas visuais no AVC agudo são extremamente altas, afetando mais da metade dos sobreviventes.

Fonte: Boa Saúde

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS