OBESIDADE

Genes da obesidade dificultam perda de peso

Cientistas do Instituto Tecnológico de Massachusetts e da Universidade de Harvard, ambas nos Estados Unidos, descobriram que existe uma tendência genética para a obesidade. Os resultados foram publicados na revista Cell.

Genes da obesidade dificultam perda de peso

Os cientistas analisaram dados publicados sobre como mais de 2,1 milhões de lugares no genoma afetam o peso corporal.

Comparando esses dados com os dados incluídos no Biobank do Reino Unido, os cientistas descobriram que dez por cento dos adultos com as pontuações mais altas tinham 25 vezes mais probabilidade de serem obesos, quando comparados com pessoas com pontuações mais baixas.

Segundo os cientistas, a suscetibilidade à obesidade é baseada nas variantes herdadas dos pais; ainda assim, a genética não comanda necessariamente o peso - embora algumas pessoas precisem de se exercitar muito mais que outras para ficarem magras.

Quando os investigadores compararam o peso daqueles que tinham um risco hereditário para a obesidade e aqueles que não tinham, descobriram que havia uma diferença de 30 quilos, em média.

Ainda assim, essa diferença não foi observada na altura do nascimento, pelo que os cientistas concluíram que a diferença herdada no ganho de peso começa a aparecer quando as pessoas têm cerca de três ou quatro anos de idade.

Fonte: Medical Xpress

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS