SUBSTÂNCIA

Pó de inulina de alcachofra pode ser usado como aditivo alimentar

Um estudo publicado no Journal of Food Processing and Preservation descobriu que a inulina em pó pode ser feita a partir do tubérculo de alcachofra de Jerusalém (Helianthus tuberosus). Além disso, este pó de inulina pode ser usado como um aditivo alimentar.

Pó de inulina de alcachofra pode ser usado como aditivo alimentar

Para o estudo, investigadores das universidades de Thammasat, Kasetsart e Mahidol, todas na Tailândia, desenvolveram um processo de produção de pó de inulina purificada feito de alcachofra de Jerusalém e analisaram o efeito do processo de purificação na qualidade do pó de inulina.

A inulina é considerada um prebiótico porque promove atividades e crescimento de microrganismos benéficos no intestino.

Os cientistas produziram o pó de inulina aplicando etapas de extração e purificação de água quente, que incluíram centrifugação de cestas, carbonatação, desionização e descoloração antes da evaporação e da secagem por pulverização.

Com isto, os investigadores descobriram que este processo de produção forneceu o rendimento de produção de 37,6 por cento do total de sólidos no tubérculo de alcachofra de Jerusalém.

A pureza do pó de inulina produzida com este processo de produção foi comparável ao produto de inulina comercial, que é tipicamente feito de raiz de chicória.

Fonte: Food News

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS