ANTIDEPRESSIVO

Mirtilo-do-mar pode ser antidepressivo natural e eficaz

Um estudo publicado no American Journal of Chinese Medicine revelou que o mirtilo-do-mar (Vaccinium bracteatum) exibe propriedades antioxidantes e antidepressivas.

Mirtilo-do-mar pode ser antidepressivo natural e eficaz

A pesquisa, realizada pelo Instituto Jeonnam, na Coreia do Sul, investigou não apenas a capacidade do mirtilo-do-mar de prevenir o dano oxidativo, mas também o mecanismo por trás das suas propriedades antidepressivas.

A equipa usou uma abordagem em duas frentes: primeiro, os cientistas usaram um modelo de rato de stress de restrição crónica para determinar os efeitos antidepressivos e antioxidantes da planta.

Para determinar a eficácia do tratamento com mirtilos, os investigadores mediram os biomarcadores para stress e depressão após restringir os roedores.

Em segundo, usaram um modelo de dano neuronal induzido por peróxido de hidrogénio para investigar os componentes bioativos relacionados com as propriedades antioxidantes da planta.

Os cientistas observaram que os ratos tratados com mirtilo-do-mar exibiram biomarcadores reduzidos de stress e depressão nos seus cérebros, após serem submetidos a stress crónico de contenção.

Além disso, o mirtilo-do-mar protegeu as células neuronais contra danos, após serem expostas ao peróxido de hidrogénio.

Fonte: Food News

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS