CIRURGIA

Uso prolongado de opioides associado a realização de plásticas

Um novo estudo de coorte de base populacional que envolveu 466 677 pacientes submetidos a procedimentos de cirurgia plástica e reconstrutiva revelou que os doentes que preencheram prescrições de opioides no período perioperatório apresentavam um risco aumentado de uso persistente de opioides, em comparação com aqueles que não o fizeram.

Uso prolongado de opioides associado a realização de plásticas

Isto foi particularmente verdadeiro para os pacientes que foram submetidos a procedimentos mamários e abdominais, bem como aqueles com uma história de diagnósticos de saúde mental, uso de substâncias e dor crónica.

Os pacientes que preenchem as prescrições de opioides no período perioperatório após cirurgias plásticas e reconstrutivas estão sob risco de uso persistente de opioides, e os pacientes com certas comorbidades, características e tipos de procedimentos correm maior risco.

Dado o risco significativo de uso persistente de opioides após procedimentos plásticos e reconstrutivos, é imperativo desenvolver diretrizes de melhores práticas para a prescrição de opioides no pós-operatório nesta população, afirmaram os autores do estudo.

O estudo foi publicado no JAMA Facial Plastic Surgery.

Fonte: Boa Saúde

TEMAS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS