NUTRIÇÃO

Descubra quatro mitos sobre os sumos de fruta 100%

Assume-se, com alguma frequência, que os sumos de fruta não são saudáveis. Contudo, estudos recentes têm contribuído para desconstruir um conjunto de mitos considerados como certos sobre os seus efeitos, destaca o Fruit Juice Matters, um Programa pan-Europeu da AIJN - Associação Europeia de Sumos de Fruta que disponibiliza informação credível e científica sobre os benefícios dos sumos de fruta 100 por cento na saúde.

Descubra quatro mitos sobre os sumos de fruta 100%

Na realidade, um pequeno copo de sumo de laranja (150 ml) representa apenas três por cento da nossa ingestão diária de calorias - baseado numa alimentação de duas mil calorias (uma média considerada adequada para o dia alimentar de um adulto). Este copo de sumo para além de energia também nos fornece nutrientes vitais.

Mito 1 - Deve consumir-se sumo de laranja apenas ao pequeno-almoço

Os resultados de um estudo recente (Hägele FA et al. (2018) High orange juice consumption with or inbetween three meals a day differently affects energy balance in healthy subjects. Nutr Diab 8: 19-27) revelaram que a ingestão de sumo de laranja 100 por cento à refeição conduziu a uma ligeira redução na massa gorda média de -0,3 kg em duas semanas, enquanto que entre as refeições conduziu a um pequeno aumento na massa gorda média de 1 kg.

Foi ainda possível concluir que a estrutura convencional de três refeições diárias acompanhadas de sumo de laranja 100 por cento teve um impacto mais favorável no balanço energético e na massa gorda do que o consumo entre refeições.

Mito 2 – Sumo acabado de espremer é melhor que o sumo embalado

É um equívoco comum considerar-se que o sumo espremido na hora é mais saudável do que o sumo de fruta 100 por cento pré-embalado e produzido industrialmente, uma vez que o sumo pré-embalado geralmente contém baixos níveis de vitaminas.

Assim, muitos assumem que é nutricionalmente menos benéfico do que o sumo fresco. No entanto, estudos científicos (Silveira JQ et al. (2014): Pharmacokinetics of flavanone glycosides after ingestion of single doses of fresh-squeezed orange juice versus commercially processed orange juice in healthy humans. J Agric Food Chem 62: 12576-84) revelam que o sumo de laranja embalado apresenta um desempenho tão bom como o sumo de laranja espremido na hora, quando se trata da absorção e metabolismo das flavanonas.

Mito 3 – Sumos de fruta têm alto índice glicémico

Alguns profissionais de saúde evitam recomendar sumo de fruta aos seus pacientes devido a preocupações com índice glicémico (IG). No entanto, uma publicação de 2017 do Journal of Nutritional Science (Murphy et al. (2017) 100 % Fruit juice and measures of glucose control and insulin sensitivity: a systematic review and meta-analysis of randomised controlled trials. J Nutr Sci. 2017; 6: e59) mostrou que o consumo de sumo de fruta 100 por cento tem um efeito neutro no controlo glicémico, graças à presença de frutose, um açúcar que está naturalmente presente na fruta e nos sumos de fruta.

Ao contrário da glicose, quando os alimentos e bebidas ricos em frutose são absorvidos pelo intestino, o impacto sobre a glicose no sangue é mínimo. Por este motivo, os alimentos que contêm frutose, como os sumos naturais, tendem a ter um baixo índice glicémico (Brand-Miller J et al. (2009) Glycaemic index, postprandial glycemia, and the shape of the curve in healthy subjects: analysis of a database of more than 1000 foods. Am J CIin Nutr 89: 97-105).

Mito 4 – Os sumos de fruta contêm muito açúcar

Os sumos de fruta 100 por cento podem ser uma excelente fonte de vitaminas (incluindo as vitaminas A e C), bem como folatos, carotenoides, antioxidantes e minerais.

Alguns profissionais negam estes benefícios devido aos açúcares naturalmente presentes nos sumos de fruta. Na realidade, estudos científicos têm demonstrado que os sumos de fruta 100 por cento não têm um impacto negativo no perfil de açúcar no sangue e não aumentam o risco de diabetes tipo 2 (Xi B. et al. (2014) Intake of fruit juice and incidence of type 2 diabetes: a systematic review and meta-analysis. PLoS ONE 9: e93471).

De acordo com os estudos científicos, isto resulta do facto dos sumos de fruta 100 por cento, como o sumo de laranja, terem um baixo índice glicémico (IG) e uma carga glicémica baixa a moderada (CG).

Fonte: press release

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS