PEDIATRIA

Bolsas financiam estágios na área dos Cuidados Paliativos Pediátricos

A Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos (APCP), em parceria com o seu Grupo de Trabalho de Apoio à Pediatria, vai atribuir Bolsas em Cuidados Paliativos Pediátricos.

Bolsas financiam estágios na área dos Cuidados Paliativos Pediátricos

Estas bolsas são instituídas com o patrocínio da família e em memória de Isabel Maria de Sousa Costa Belo Correia Levy, e em coordenação com a Comissão Nacional de Cuidados Paliativos.

Prosseguindo o seu trabalho de dinamização dos cuidados paliativos a nível nacional, e indo ao encontro dos objetivos do Plano Estratégico de Desenvolvimento da Comissão Nacional de Cuidados Paliativos, a APCP anuncia a criação de incentivos financeiros à realização de estágios na área dos Cuidados Paliativos Pediátricos, no estrangeiro.

“A fim de facilitar a obtenção destes estágios, o Grupo de Apoio à Pediatria da APCP elaborou uma lista de possíveis locais na Europa, já tendo sido efetuados os contactos preliminares com os responsáveis, que prontamente manifestaram a sua disponibilidade a curto e médio prazo. Cada candidato deverá, posteriormente, contactar o serviço de sua escolha e tratar de toda a burocracia”, indica a APCP.

Infelizmente, dada a atual ausência de serviços especializados no nosso país, estes estágios terão que ser realizados em instituições no estrangeiro, explica Duarte Soares, presidente da APCP.

A APCP, com o apoio de Samuel Levy, lança a atribuição de dois tipos de financiamento:

Atribuição direta de subsídios aos elementos das Equipas Intra Hospitalares De Cuidados Paliativos – Pediatria dos Centros Hospitalares Universitários consideradas prioritárias (CHU Porto, São João, Coimbra, Lisboa Norte, Lisboa Central, de forma a atingirem o nível especializado e passarem a poder ser local de estágio a nível nacional). Neste momento, já se encontra assegurado financiamento para os estágios programados em 2019-20 de elementos das equipas do CHUC e do CHULN.

Candidaturas à Bolsa de Formação Isabel Correia de Levy, edição 2019 - poderão candidatar-se a estas bolsas os sócios da APCP com as quotas em dia (à exceção dos sócios que tenham recebido um dos subsídios da alínea anterior). A atribuição destas bolsas (a até seis candidatos) dependerá da apreciação por um júri do mérito do candidato e do projeto apresentado, assim como do seu impacto esperado.

“A APCP espera que esta iniciativa contribua para a rápida implementação de serviços de Cuidados Paliativos Pediátricos a nível nacional, com o rigor e a qualidade que as crianças e as suas famílias merecem. Não podemos deixar de agradecer, uma vez mais, a Samuel Levy pela sua generosidade e entusiasmo por esta causa”, conclui Duarte Soares.

Os regulamentos para as bolsas poderão ser consultados através do site da Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos: https://www.apcp.com.pt/.

Fonte: press release

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS