PELE

Rastreio nacional gratuito avalia pés dos portugueses

A Associação Portuguesa de Podologia (APP) vai promover rastreios gratuitos das principais doenças do pé e caracterizar a saúde podológica dos portugueses no âmbito do “Mês da Saúde do Pé”, iniciativa que vai decorrer durante abril.

Rastreio nacional gratuito avalia pés dos portugueses

Mais de 75 clínicas a nível nacional, continente e ilhas, estarão habilitadas para receber a população e proceder ao respetivo rastreio ao longo do mês.

O rastreio podológico, gratuito e dirigido a todos os utentes, contempla a observação, um exame clínico e a realização de estudos biomecânicos com o objetivo de despistar a presença de anomalias no pé, no apoio plantar e alterações no caminhar.

“Os portugueses não estão sensibilizados para a importância dos pés e, por isso, não os valorizam e tratam devidamente. De acordo com uma pesquisa recente, cerca de 25 por cento da população não sabe o que é a podologia, chegando esse desconhecimento a atingir os 50 por cento, nas regiões de Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve. Neste sentido, os rastreios são uma excelente oportunidade para alertar a população para a temática, prevenir e conhecer a realidade do nosso país”, esclarece Manuel Azevedo Portela, presidente da APP.

Apesar da elevada taxa de desconhecimento das doenças do pé, cerca de 85 por cento da população com mais de 35 anos de idade tem alguma alteração nos pés, segundo estudos da APP.

Manuel Azevedo Portela acrescenta que, “durante os últimos anos, têm sido realizados alguns estudos que apontam para a necessidade de desenvolver programas de educação para a saúde podológica de forma a prevenir algumas das patologias mais frequentes como as queratopatias (alterações da pele por espessamento) e as onicopatias (alterações das unhas), metatarsalgias e fasceites plantares, Hallux Valgus (joanetes) e dedos em garra. É com esta preocupação com a saúde pública, que a nossa Associação alerta para prevenção, sensibilizando os portugueses para a necessidade das consultas de podologia, com especialistas na saúde do pé”.

Este rastreio avalia entre outras patologias do pé, o Pé Diabético, que é uma das complicações mais frequentes, responsável pela maioria das amputações em Portugal. Prevenir, diagnosticar e tratar a tempo é muito importante. Um diagnóstico precoce e uma intervenção diferenciada pela podologia reduz os riscos de amputação e reduz as taxas de morbilidade e mortalidade associadas a esta doença.

O “Mês da Saúde do Pé” é promovido em parceria com a Pedirelax. A lista das clínicas que realizarão os rastreios está disponível no site www.appodologia.com, para consulta e marcação, de acordo com a disponibilidade da unidade.

Fonte: press release

TEMAS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS